Cobre Eletrolítico

cirius img cobre eletroliticoO Cobre Eletrolítico que comercializamos  é adequado à eletrodeposição em banhos alcalinos. Este produto apresenta Cu 99,90% min.

 

Específicação Física:

  • Perfis com 30 cm comprimento
  • Perfis com 60 cm comprimento
  • Perfis com 80 cm comprimento

 

Especificação Química:

Cobre Livre de Oxigênio (OF) – Liga 102

Análise química típica
Cu > 99.95%
Pb < 0.001%
Sn < 0.001%
Ni < 0.001%
Fe < 0.001%
O < 0.0003%
Outros < 0.03%


Cobre Eletrolítico E.T.P. (Eletrolytic Tough Pich) – Liga 110

Análise química típica
Cu > 99.90%
Pb < 0.01%
Sn < 0.01%
Ni < 0.01%
Fe < 0.01%
O < 0.003%
Outros < 0.03%

 

Cobre Eletrolítico

LIGA 110

Elementos

Cu

Pb

Fe

Sn

Ni

Al

Si

Mn

As

Bi

Sb

Te

P

Cr

Cd

Ag

Co

S

Mg

Zn

mín

99,9

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

0,02

-

-

-

-

-

-

-

máx

-

0,02

0,18

0,02

0,02

0,001

0,001

0,001

0,005

0,005

0,010

0,010

0,03

0,005

0,010

0,010

0,010

0,005

0,005

0,03

 

Dimensão:

  • Anôdos com formato elíptico

 

  • Granalhas

 

Embalagem:

  • Amarrados.
  • Barras com peso individual de 11 - 17kgs.

 

Principais Características:

O cobre é um metal de transição avermelhado, que apresenta alta condutibilidade elétrica e térmica, só superada pela da prata.

Exposto ao ar, a coloração vermelho salmão inicial torna-se vermelho violeta devido à formação do óxido cuproso (Cu2O) para enegrecer-se posteriormente devido à formação do óxido cúprico (CuO). Exposto longamente ao ar úmido forma uma capa aderente e impermeável de carbonato básico de coloração verde, característica de seus sais, que é venenosa.

Entre as suas propriedades mecânicas destacam-se sua excepcional capacidade de deformação e ductibilidade. Em geral, suas propriedades melhoram em baixas temperaturas, o que permite utilizá-lo em aplicações criogênicas - ramo da físico-química que estuda tecnologias para a produção de temperaturas muito baixas, abaixo de −150°C.

 

Aplicações:

A aplicação por excelência do cobre é como material condutor (fios e cabos), destino de aproximadamente 45% do consumo anual de cobre. Outros usos são:

  • Tubos de condensadores e encanamentos.
  • Eletroimãs.
  • Motores elétricos.
  • Interruptores e relés, tubos de vácuo e magnetrons de fornos microondas.
  • Se tende ao uso do cobre em circuitos integrados em substituição do alumínio, de menor condutividade.
  • Cunhagem de moedas (com o níquel industrial), sendo empregado na agricultura, na purificação da água e como conservante da madeira.
  • Quando associado a outros metais, os óxidos de cobre formam materiais supercondutores